.Viagem no Tempo Só no Cinema?! Part III

Março 18, 2010 at 8:00 am 11 comentários

Saudações Nãrds.

Voltei pra falar mais um pouco sobre viagens no tempo nesse 3° e ultimo post do tema.

Começo falando de um filme que inicialmente devido a má tradução do nome parece apenas mais um romance, mas e um filme muito bom, o filme em questão é o Time Traveler`s Wife [Te Amarei Para Sempre].

Leia a segunda parte clicando aqui

Filme que conta a historia de Eric DeTamble[Eric Bana] que por um defeito genético viaja no tempo involuntariamente,e como isso afeta o seu casamento, o filme é muito bom e segue o raciocínio do livro A maquina do tempo, já citado em posts anteriores, em que não se pode mudar o passado. O legal é que o filme começa [Spoiler] com ele encontrando com ele mesmo bem mais novo e explicando o que está acontecendo com ele[/Spoiler]  o que me lembra os quadrinhos Marvel Vs DC em que o personagem acesso recebe os poderes dele mesmo[só que ele só descobre isso depois].

Nos outros posts foi citado que uma das possibilidades de se viajar no tempo era atingindo uma velocidade maior que a da luz, mas de acordo com a relatividade geral isso é impossível, pois poderia levar a violações da casualidade [relação de causa e efeito de eventos], nesse pensamento surgiu o Paradoxo de Tolman [também conhecido por teoria do Antitelefone Taquiônico] que é um dispositivo hipotético da fisica teorica que poderia ser usado para enviar sinais para o passado. Tal dispositivo foi imaginado por Richard Chace Tolman em 1917 em uma demonstração de como sinais mais rápidos que a luz podem levar a uma paradoxo de causalidade, mas nada impede que existam partículas que já existem a uma velocidade acima da velocidade da luz, essas partículas teóricas são chamadas de Táquions, e levando em conta a teoria da relatividade essas partículas se deslocariam ao passado, e se essas partículas pudessem ser utilizadas, elas poderiam transmitir informações pro passado.

Informação do passado me faz lembrar a série Early Edition[Edição de Amanhã] em que o protagonista recebe um jornal do dia seguinte, e tenta evitar as catástrofes que jornal noticia, a série teve 4 temporadas e foi ao ar nos anos de 1996 ate o ano 2000.

Vou falar um pouco sobre algo que não tinha ainda mencionado, os loops do tempo, a referencia mais famosa de loops foi o filme Groundhog Day [Feitiço do tempo] com o Bill Murray em que ele fica preso em um determinado dia do ano e sempre que o dia termina, ele acorda no inicio do mesmo, esse filme demonstra dois paradoxos o da repetição em si e o fato de que a pessoa mantêm as memórias após cada volta do loop.

Ainda referente aos paradoxos de loops existe o paradoxo dos loops da informação em que a informação viaja pro passado se tornando a fonte da noticia tal como existia no futuro, existe também o Paradoxo dos loops de objetos e pessoas que ocorre quando um objeto ou pessoa são aprisionados em um loop temporal, como quando a existência da pessoa no futuro depende de ações causadas por ela no passado, como no filme O Exterminador do Futuro. Deixei o mais estranho por ultimo, esse e pra aquele que tem tara pela avó, o Paradoxo dos loops sexuais que é quando o cara volta pra fazer sexo com algum ancestral dele para se tornar o próprio ancestral, o que é biologicamente impossível devido ao Paradoxo Genético que explica para se tornar seu próprio filho, o viajante terá que obter metade de seus genes de si mesmo e a outra metade da sua mãe. Mas se são a mesma pessoa, têm que ser geneticamente iguais. Portanto, têm que ser ao mesmo tempo geneticamente iguais e geneticamente diferentes, o que é absurdo.

That`s All Folks

Dr.Yuri

Advertisements

Entry filed under: Anti-Cultura, Filmes. Tags: , , .

.Jazz Ain’t Nothing But Soul .Coisas que não te falam (mas deveriam)

11 comentários Add your own

  • 1. Dr. Gustavo  |  Março 18, 2010 às 1:36 pm

    Mais um ótimo post citando ótimos filmes.
    The Time Traveler`s Wife é muito bom mesmo, e Feitiço do Tempo é um dos meus filmes preferidos.

    O paradoxo genético já me fez rir diversas vezes. Tem uma teoria inútil na desciclopédia se não me engano, que diz que o MacGyver certa vez viajou ao passado e participou de um bacanal com sua própria mãe, sendo ele “um” dos pais dele, assim como Chuck Norris, Jack Bauer, entre outros xD.

    Responder
  • 2. Renato Silva  |  Março 18, 2010 às 5:00 pm

    O do jornal do dia seguinte era tão bom quanto idiota. Que idéia! Huahuahuahua.
    Gosto do de volta para o futuro, para falar de filmes e tals sob o tema.
    Não acredito que seja possível voltar, até porque não existe tempo. É o mesmo “segundo” parado eternamente: o tempo não, a barba passa.

    Abç
    Renato

    Responder
  • 3. Douglas Silva  |  Março 20, 2010 às 2:30 am

    Ainda não assisti nenhum desses filmes, mas gostaria de ver o “Time Traveler`s Wife”. Eu confesso que curto filmes românticos e tals. Gosto é gosto, fazer o que –‘

    Enfim, vai estrear um ótimo filme por agora: Hot Tube Time Machine. Que tem uma história bem engraçada, onde um grupo de amigos voltam no tempo após algumas desilusões amorosas e uma bebedeira. Haha – Parece ser uma comédia e tanto.

    http://www.portalnerd.com.br/2010/01/o-trailer-proibido-de-hot-tub-time-machine.html

    Façam um review assim que assistirem esse filme também.

    Abraços!

    Responder
  • 4. Guilherme Bayara  |  Março 21, 2010 às 4:45 pm

    Ainda não vi o filme, Time traveler’s wife, mas já li o livro. O livro é fantástico e é tudo descrito de forma fantástica.

    A viagem no tempo sempre fascina o ser humano. É incrivel.

    Responder
  • 5. Macaco Pipi  |  Março 21, 2010 às 4:50 pm

    SÓ OS FILMOES HEIN

    Responder
  • 6. Douglas Silva  |  Março 21, 2010 às 9:05 pm

    Ontem eu assisti Time traveler’s wife e achei o filme muito bom. A maneira que ele aborda as viagens ao passado é sensacional. Recomendo!

    Esses longas que falam sobre o espaço-tempo me deixam muito curioso. Pretendo assistir outros filmes do gênero. =D

    Abraços!

    Responder
  • 7. Vivi  |  Março 21, 2010 às 9:08 pm

    O tema é interessante, mas achei o trailer do filme meio bobinho. Acho que todo mundo já desejou viajar no tempo. Esse ‘Feitço do tempo’ é muito bom e eu gostava do Early Edition.

    Bjs.

    Responder
  • 8. Adriel  |  Março 23, 2010 às 5:35 am

    Esse post foi uma viagem (não no tempo infelizmente). Excelente, gostei bastante, depois preciso ver os filmes citados, parecem ser bem legais. Esse foi um tema que sempre me atraiu e rendeu ótimas histórias em minha cabeça! Creio que um dia a humanidade irá conseguir driblar até o tempo, o melhor de todos os jogadores.

    Responder
  • 9. Dr. Clandestino  |  Abril 1, 2010 às 11:37 am

    realmente uma excelente postagem, estão de parabens!

    Responder
  • 10. .Viagem no Tempo Só no cinema?! « O Movimento  |  Abril 17, 2010 às 1:54 pm

    […] Leia a 3° parte deste post aqui […]

    Responder
  • 11. sapao318  |  Outubro 30, 2010 às 10:02 pm

    aê…belo post!!!

    Lerei todo com carinho

    abração!!!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 20 outros seguidores


%d bloggers like this: