.Viagem no Tempo Só no cinema?! Parte II

Março 10, 2010 at 8:00 am 11 comentários

Destemidos e irrefreáveis Nerds,

voltei pra bagunçar um pouco mais as suas cabeças sobre viagens no tempo, pois o Pulga disse que eu esqueci do Exterminador do Futuro no post anterior, pois bem, falemos dele.

Leia a primeira parte aqui

Primeiro filme lançado em 1983 com baixo orçamento e condenado ao esquecimento, mas não foi isso que aconteceu, virou referencia para os filmes do gênero, analisemos os termos do filme concernente a viagem no tempo, o filme não aborda conseqüências as viagens temporais, somente que uma vez no passado não se poderia voltar pro futuro e a única coisa que poderia acabar com o futuro era a morte do Mr.Connor, então ele mesmo manda alguém pra proteger a sua mãe no passado e uma coisa leva a outra e eles copulam trazendo o jovem John Connor ao mundo.

Pensem na bagunça, o seu pai é um cara que vai nascer anos depois de você, pois isso é possível nos filmes, já a série “Terminator – The Sarah Connor Chronicles” aborda que quando eles voltam no tempo e mudam alguma coisa o futuro muda também, tem uma cena [spoiler mode on]em que um tio do John Connor discute um acontecimento trágico com a namorada dele que veio do futuro depois dele e ela diz que nada daquilo tinha acontecido, que ele já tinha alterado o futuro dele [spoiler mode off].

Oh saudade da Summer Glau……..

O Exterminador segue o Paradoxo da Historia retroativa que é quando pessoas que não haviam nascido na época dos acontecimentos e acabam se revelando depois protagonistas destes eventos.

Símilar a este existe o Paradoxo do Continuum Também chamado de Paradoxo do Universo em Bloco ou Paradoxo Fatalista, envolve o conceito de que tudo o que aconteceu ou acontecerá já está registrado no Continuum, até mesmo a própria viagem no tempo. Nesse caso, não só o passado não pode ser modificado como, por exemplo, um viajante do tempo que visitasse várias vezes um certo momento ao longo de sua vida, acharia lá todas as suas duplicatas desde a primeira visita. De acordo com esse paradoxo, o passado pode ser afetado, mas não modificado pelos viajantes do tempo, este paradoxo afeta vários outros paradoxos e até mesmo o conceito de livre arbítrio.

Quanto tempo demoraria pros viajantes verem as mudanças no continuun caso mudassem alguma coisa no passado?! Existe o Paradoxo da Propagação que envolve a velocidade na qual a alteração da História se propaga ao longo do Continuum. Pode ser instantânea, ou seguir uma taxa de propagação arbitrária, ou pode depender de certo valor de probabilidade de que a alteração seja irreversível.

Certos paradoxos falam da impossibilidade de se manter no passado, tais como o Paradoxo Metabólico que acontece quando um viajante do tempo perde sua integridade temporal quando transportado para o passado ou futuro devido ao seu metabolismo, que causa uma constante troca de seus átomos originais por átomos da nova matriz temporal. O Paradoxo da Substituição Temporal Semelhante ao Paradoxo Metabólico, mas com diferentes causas e conseqüências. Acontece quando um viajante do tempo passa um longo intervalo de tempo no passado. Como ele não é parte da matriz temporal do passado, ocorre uma substituição espontânea de todos os seus átomos por átomos do passado, acabando por criar um novo indivíduo com novas memórias. A História muda e a linha temporal original do viajante do tempo desaparece.

Tem também o Paradoxo da Fraude que acontece quando alguma ação no passado, causada por alguém do futuro, afeta a linha do tempo, e depois a versão passada da mesma pessoa decide não realizar a ação quando alcança aquele mesmo momento do futuro. Já o Paradoxo Mnemônico ocorre depois da ocorrência de um Paradoxo de Descontinuidade, um Paradoxo de Alteração da História ou um Paradoxo da Fraude, que envolvam o próprio viajante do tempo, quando ele afeta seu passado, embora ainda não tenha memória desse evento de seu próprio passado.

Pronto já falei demais!!!

Namastê e até a semana que vem

Dr.Yuri

Advertisements

Entry filed under: Anti-Cultura, Filmes, Séries. Tags: , , , .

.O Podcast d’O Moviment0: Pó de Quest! .10 coisas que aprendi com seriados

11 comentários Add your own

  • 1. felipe ferreira  |  Março 10, 2010 às 6:01 pm

    Yuri confunde tanto a minha mente….o_O

    Responder
  • 2. Dr. gustavo  |  Março 10, 2010 às 8:42 pm

    Muito boa a matéria, um pouco confusa, mas deu pra entender os pontos de vista.
    É legal estudar os paradoxos que as viagens no tempo (para o passado) poderiam causar. Muitos dos paradoxos citados eu não conhecia (o nome pelo menos), mas os efeitos são praticamente infinitos.
    Criação de uma linha temporal paralela, ou alternativa.

    Imagine enviar um átomo 5 segundos para o passado. Teoricamente, 5 minutos antes de você enviar este átomo, ele deve aparecer já no passado. Mas e se você não enviar este átomo? Ele desaparece? O Universo explode, como diria Dr. Emmet Brown?

    É um assunto realmente interessante.
    Fale mais também das séries que abordam essa temática, como Earlier Edition (Edição de Amanhã), Lost, entre outras xD
    abs.

    Responder
  • 3. gbatista  |  Março 11, 2010 às 12:16 am

    Continuo firme e fiel à lei de einsten: nada do que voc~e mudar no passado ocorrerá no futuro.:P

    Responder
  • 4. Verônica  |  Março 11, 2010 às 10:51 pm

    Curti, Curti… olha PARABÉNS! :D

    Responder
  • 5. Sparky  |  Março 11, 2010 às 10:55 pm

    Adorei, tem muita coisa que preciso reler de novo (li meio rápido no meio de um trabalho) mas já favoritei, gosto de blogs com conteúdo. Voltarei mais vezes, pode apostar!

    Responder
  • 6. VH  |  Março 14, 2010 às 1:39 am

    Hmm confesso que nunca tinha pensado nesses paradoxos, mas mesmo todos os átomos do viajante sendo substituidos, não são os atomos que estão no nosso corpo que guardam nossa memória (até que são, mas), porque nos devemos trocar todos os átomos do corpo algumas centenas de vezes na vida…

    Responder
  • 7. Henry Barros  |  Março 15, 2010 às 12:49 am

    Adoro filme de viagem no tempo =D tomara que dê certo um dia =}

    Responder
  • 8. AntonioBN  |  Março 15, 2010 às 3:15 am

    Bah, são tantos paradoxos que acabam deixando a coisa mais confusa ainda..

    Não sei se isso se enquadra em algum paradoxo ou teoria que já existe, mas eu acredito no que vou chamar aqui de “teoria dos infinitos universos”.
    Acontece da seguinte maneira: quando alguem viaja para o passado, automaticamente ele vai deixar de existir no universo onde estava até então e criará uma nova linha de tempo para a sua existencia. Na perspectiva de quem mandou o cara pro passado já era, ele nunca mais vai poder voltar, mas para o viajante foi criada uma nova linha do tempo a partir do ponto para onde ele viajou e, independentemente de ele mudar algo ou não, se ele voltar para o furuto, será o futuro a partir da linha de onde ele está agora, mesmo mudando ou sendo a mesma coisa… e se nesse novo universo ele viajar novamente, será criado mais um universo distinto e assim por diante infinitamente.
    é algo tipo a explicação que o doutor brown da pro martym no de volta para o futuro 2, só que sem opção de voltar para a linha de tempo original.

    Responder
  • 9. Evan Henrique  |  Março 17, 2010 às 1:20 am

    Tipo Chrono Trigger.

    Responder
  • 10. Viagem no Tempo Só no Cinema?! Part III « O Movimento  |  Março 18, 2010 às 4:52 pm

    […] Leia a segunda parte clicando aqui […]

    Responder
  • 11. .Viagem no Tempo Só no cinema?! « O Movimento  |  Abril 17, 2010 às 1:54 pm

    […] Leia a 2° parte deste post aqui […]

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 20 outros seguidores


%d bloggers like this: