.Onde Vivem os Monstros (Por Pulga)

Janeiro 18, 2010 at 11:54 pm 10 comentários

O filme Onde Vivem os Monstros é baseado em um livrinho que pode ser lido em dois minutos, que pelo que sei, é muito conhecido no exterior.

Antes de assistir ao filme, dei uma rápida lida no livro na livraria mais próxima (realmente foram dois minutos). É um livro BOM, mas devia ser mais explorado – que é o caso da adaptação. Mas por que estou criticando o livro? É um livro infantil ora bolas!

A estória do filme, que tem apenas poucas diferenças do livro, é a seguinte : Max é um garoto que usa uma roupa de lobo. Após vários problemas, briga com sua mãe e leva uma reclamação da própia ficando com muita raiva e fugindo de casa. Max, em um barco – ou uma jangada, tanto faz – vai mar a dentro e viaja no mar até encontrar uma terra, onde vivem monstros.

Após alguns eventos, Max diz que era rei em outras terras, e os monstros acreditam, fazendo do garoto seu rei. Como rei, Max dá varias ordens (parece que está colocando um sistema anárquico no local) que são obedecidas.  No final (se você não quer saber o final, pule essa parte) os monstros descobrem que o garoto na verdade não é nenhum rei, e Max volta para casa.

Bem, como disse antes, o livro deveria ser mais explorado. É muito curto. Mas esqueçam, estamos falando de um livro para crianças, são coisas curtas mesmo. Mas o filme NÃO É PARA CRIANÇAS. Elas podem até assistir, mas muitas coisas serão incompreendidas (como o assunto da estória que é obviamente obóvia, que fala da maturidade, do crescimento da pessoa – apesar de que, no filme, isso é mostrado de uma forma meio dramática, melancólica). Quer um exemplo disto? Veja no inicio do filme onde Max fala a história de um vampiro para sua mãe. Não é uma coisa muito infantil, mas sim triste. Bem, digo isso comparando ao livro. E além do mais, crianças de 8 anos poderiam se assustar com algumas cenas – sim, temos brigas de monstros!.

– Poxa Carol, era meu braço preferido!

Quanto as fantasias dos monstros… Sensacional. Pode-se ver até o monstro respirando. Ok, o computador pode fazer isto, mas os monstros ficaram muito fiéis aos do livro. Representaram muito bem. E a trilha sonora? As músicas do filme ficaram bem adequadas aos momentos em que aparecem.

Como disse anteriormente, o filme tem poucas diferenças do livro (tem spoilers, se não quer saber parágrafo).  No livro, Max briga com a mãe e fica sem jantar, e em seguida cria um mundo no seu quarto (e navegou mais de um ano para chegar a tal ilha). Preferi a versão do filme, pois ainda assim fica óbvio que era tudo parte da imaginação da criança – ou vocês realmente acharam que ele viajou no mar sozinho? -. O final foi alterado, mas convenhamos, ficou melhor. Ao fim do livro os monstros querem comer Max, e isso acontece no inicio do filme : o fim do livro para mim mostra que Max voltou para casa porque os monstros queriam devora-lo, e no filme ele simplesmente retorna porque causou problema entre os “monstros” (ou personagens, depende da sua visão de monstros). Enfim, é como dizem : o bom filho a casa torna.

Onde Vivem os Monstros é uma ótima adaptação, é um resumo de um texto que é maior que o própio texto mas ficou melhor (assim como o filme 300 do Frank Miller, que é baseada na pequena hq de mesmo nome). Um excelente filme.

Nota: 9

Agora esperem o review do Wood, que ficou uns dois meses esperando por esse filme como uma criança querendo um NINTENDO SIXTY FOUR!

Pulga

Anúncios

Entry filed under: Filmes. Tags: , , .

.Lágrimas de Esperança .Movimento Entrevista: Thales Martins

10 comentários Add your own

  • 1. Douglas Silva  |  Janeiro 19, 2010 às 10:38 am

    Apesar de ter lido a parte: “Baseado em um dos filmes mais apaixonantes de todos os tempos” e lembrar de todo o merchan de crepúsculo eu vou ter que assistir esse filme. =D

    A história parece bem interessante, vou dar uma olhada nesse livro antes de assistir ao filme.

    Pô, tem um monstro com meu nome ali! Hahaha

    Abraços!

    Responder
  • 2. Rodolfo Soares  |  Janeiro 19, 2010 às 4:47 pm

    É um filme diferente.Quem lê o titulo acha que é mais um daqueles filmes com monstros fofos… mas é um filme que nos faz olhar diferente certas coisas. É um filme legal, com bom roteiro, diferente do que a maioria esperava : um filme infantil.

    Abraços

    Responder
  • 3. Fabio Zen  |  Janeiro 19, 2010 às 5:09 pm

    Ja tive boas referencias desse filme.Amigos ja me recomendaram. Irei conferir, e a propósito, boa crítica – ou não, tudo dependerá da minha opinião quanto ao filme, hehe

    Responder
  • 4. Duende Amarelo  |  Janeiro 19, 2010 às 7:38 pm

    Bom texto Pulga!! to afim de ver esse filme…mas confesso que to com preguiça…rs

    Responder
  • 5. Jonathan  |  Janeiro 20, 2010 às 2:09 pm

    eu to louco pra ver esse filme, o trailer é excelente

    eu tive que pular várias partes do texto pra não ler spoilers hehe

    o que mais me anima nesse filme é esse lance de falram que não é um filme infantil ou é um filme pra todas as idades, eu acho que é essa maturidade que falta nos filmes infantis hoje em dia e nada tem a ver com “corromper” as crianças, é só lembrar de Happy Feet e dos próprios filmes do Babe o porquinho que são muito interessantes

    Responder
  • 6. Jonathan Silva  |  Janeiro 20, 2010 às 6:23 pm

    deve ser bom.
    e o livro tbem.
    principalmente pra mim já que dá pra ler o livro em 2 minutos e eu tenho preguiça de ler muita coisa. :B

    Responder
  • 7. Amanda  |  Janeiro 20, 2010 às 6:25 pm

    nossa, nunca tinha ouvido falar desse filme, mas agora me interessei, vou assistir! valeu pela dica, sucesso!

    Responder
  • 8. Juliana  |  Janeiro 20, 2010 às 9:34 pm

    comentar no seu blog parece que foi transmissão de pensamentos! tenho um bom acervo de filmes assistidos na mente e estava procurando algo diferente para ver hoje…achei! História interessante e com uma adaptação de um livro de 2 minutos, é um tanto peculiar. Confesso estar bem curiosa acerca de seu conteúdo.

    ótimo post! sucesso :)

    Responder
    • 9. leandro  |  Março 8, 2010 às 8:23 pm

      essa estoria e muito bonita e muito loca, pro meu casso quem fez essa estoria teve muita himaginaçao
      bbjjjsss e que escreva outra estoria bonita

      Responder
  • 10. Inferno  |  Janeiro 22, 2010 às 6:04 pm

    Ha, legal, eu tb escrevi sobre o filme no Uarevaa mas preferi não ser descritivo no meu texto, optei por pegar o gancho do que o filme representa, a minha visão dele. Pena que não li o livro mas o filme é bom pra kct.
    abcs

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 20 outros seguidores


%d bloggers like this: